Atlas Nacional Digital do Brasil 2019

O Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou ontem (29/05) em seu site a atualização do Atlas Nacional Digital do Brasil para o ano de 2019. A ação é parte das atividades de manutenção dos dados cartográficos do território brasileiro, com o objetivo de facilitar a compreensão da diversidade do território brasileiro, em termos de demografia, dados sociais, economia, meio ambiente e cultura. Neste post serão msotradas as atualizações do Atlas Nacional Digital do Brasil para o ano de 2019.

Continue Lendo “Atlas Nacional Digital do Brasil 2019”

Artigo: Análise da Arborização Urbana na Cidade de Patos/PB

Este Mês foi publicado o artigo intitulado “Análise da Arborização Urbana na Cidade de Patos/PB”, de autoria de Danniely Alves Benício Borges, bióloga e metre em desenvolvimento e meio ambiente, em coautoria com Eduardo Rodrigues Viana de Lima, Joel Silva dos Santos, Maria do Carmo Learth Cunha e comigo, na Revista Brasileira de Geografia Física. Continue Lendo “Artigo: Análise da Arborização Urbana na Cidade de Patos/PB”

Dia Mundial Sem Carro – E o Dilema da Mobilidade Urbana Contemporânea

No dia 22 de setembro é comemorado o Dia Mundial Sem Carro. A iniciativa ocorre desde 1997 em várias cidades do mundo e tem como objetivo refletir sobre o excessivo do automóvel e em possíveis soluções para o planejamento da mobilidade urbana. Atividades são realizadas para promover a conscientização, como passeios ciclísticos, proibição de circulação de automóveis em algumas ruas, entre outras. Este post é uma resenha crítica sobre a data comemorativa, fazendo uma breve reflexão sobre o dilema da mobilidade urbana contemporânea. Continue Lendo “Dia Mundial Sem Carro – E o Dilema da Mobilidade Urbana Contemporânea”

Novas Divisões Regionais do Brasil: Regiões Geográficas Imediatas e Regiões Geográficas Intermediárias

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou, em junho de 2017, a publicação intitulada “Divisão Regional do Brasil em Regiões Geográficas Imediatas e Regiões Geográficas Intermediárias 2017”.  Neste trabalho, o órgão atualiza as articulações da rede urbana brasileira e tem como objetivo “subsidiar o planejamento e gestão de políticas públicas em níveis federal e estadual e disponibilizar recortes para divulgação dos dados estatísticos e geocientíficos do IBGE para os próximos dez anos”. Este post traz alguns dos principais apontamentos da nova divisão regional estabelecida. Continue Lendo “Novas Divisões Regionais do Brasil: Regiões Geográficas Imediatas e Regiões Geográficas Intermediárias”

Workshop: Sintaxe Espacial na Simulação de Projetos de Arquitetura e Urbanismo

Durante os dias 27, 28 e 29 de setembro, ocorreu, na cidade de Patos, Paraíba, o IV Simpósio de Arquitetura e Urbanismo das Faculdades Integradas de Patos. No evento, eu ministrei um workshop intitulado “Sintaxe Espacial na Simulação de Projetos de Arquitetura e Urbanismo”. Continue Lendo “Workshop: Sintaxe Espacial na Simulação de Projetos de Arquitetura e Urbanismo”

Modelos Baseados em Agentes na Sintaxe Espacial

Na Sintaxe Espacial, o Modelo Baseado em Agentes (Agent-Based Model – ABM, em inglês) é um modelo que busca simular o comportamento de movimento das pessoas, com base nas propriedades configuracionais e de visibilidade de um determinado espaço. Nesse post, será feita uma breve descrição do modelo, sua aplicabilidade e um breve tutorial de como realizar a simulação no software DepthmapX. Continue Lendo “Modelos Baseados em Agentes na Sintaxe Espacial”

Como Estudar a Vida Pública: Técnicas de Análise

No livro How to Study Public Life (Como Estudar a Vida Pública, em tradução livre), os autores Jan Gehl e Birgitte Svarre mostram a história dos estudos sobre interações sociais, métodos e técnicas para melhorar a vitalidade dos espaços públicos e atrair mais pessoas a usa-los, mostrando a importância desta vitalidade para o planejamento urbano. O capítulo 3 do livro trata das ferramentas para análise dessas interações sociais. Continue Lendo “Como Estudar a Vida Pública: Técnicas de Análise”

REGIC – Regiões de Influência das Cidades

O REGIC (Regiões de Influência das Cidades) é uma publicação do IBGE (Instituto Nacional de Geografia Estatística) que tem como objetivo estudar a hierarquia da rede urbana brasileira, com base no fluxo de informações, bens e serviços. Continue Lendo “REGIC – Regiões de Influência das Cidades”

O Espaço É A Máquina

Este texto é fruto de uma discussão acadêmica com colegas. Provavelmente há imprecisões acerca de algumas afirmativas. No entanto, o objetivo aqui é tentar trazer à luz uma discussão que envolve uma das principais críticas aos estudos arquitetônicos: o determinismo arquitetônico. Tornou-se de praxe analisar a arquitetura a partir do ponto de vista dos agente e atores que nele interferem. Mas, andando na contramão deste pensamento, em que a arquitetura interfere na sociedade? Eis que surge a “metáfora da máquina”. A seguir, uma brevíssima (e inicial) tentativa de abrir uma discussão sobre o tema…
Continue Lendo “O Espaço É A Máquina”